O projeto de extensão sobre população em situação de rua, do Centro Universitário Internacional Uninter, e seu diferencial à formação acadêmica dos alunos participantes

  • Mariele Luciano Peres Centro Universitário Internacional Uninter
  • Neiva Silvana Hack Centro Universitário Internacional Uninter

Resumo

Este artigo sintetiza pesquisa para um trabalho de conclusão de curso cujo objetivo é entender o diferencial e a relação do Projeto de Extensão sobre População em Situação de Rua — desenvolvido pela Uninter — na formação acadêmica dos alunos do serviço social. Tal aproximação dos discentes com a realidade contemplada pelo projeto permite aprimorar o processo de formação. Para avaliar os impactos do estágio sobre o desenvolvimento acadêmico e profissional dos alunos, empreendeu-se estudo descritivo com recursos bibliográficos, documentais e de campo. Os resultados demonstram o impacto do projeto na formação dos participantes, por superarem preconceitos e ampliarem conhecimento sobre as políticas públicas e as relações sociais, além de aguçarem seu interesse pela pesquisa.

Palavras-chave: extensão; população em situação de rua; serviço social; estágio.

Abstract

This article summarizes research for a course completion paper whose goal is to understand the differential and the relationship of the Projeto de Extensão sobre População em Situação de Rua — developed by Uninter — in the academic training of participating Social Work students. Such students’ approximation with the reality contemplated by the project allows formation’s process improvement. To evaluate internship’s impacts on the students' academic and professional development, a descriptive study was carried out with bibliographic, documentary, and field resources. The results show that the project participants were impacted in their training by overcoming prejudices and expanding their knowledge about public policies and social relations, in addition to sharpening their interest in research.

Keywords: extension; homeless population; social service; internship.

Resumen

Este artículo sintetiza la investigación hecha para un trabajo de conclusión de curso cuyo objetivo es entender el aporte y la relación del Proyecto de Extensión sobre la Población Sin-techo — desarrollado por la UNINTER — en la formación académica de los estudiantes de trabajo social. Ese acercamiento de los alumnos a la realidad contemplada por el proyecto permite afinar su proceso de formación. Para evaluar el impacto de las pasantías sobre el desarrollo académico y profesional de los alumnos, se realizó un estudio descriptivo con recursos bibliográficos, documentales y de campo. Los resultados demuestran el impacto del proyecto en la formación de los participantes, por la superación de prejuicios y ampliación de conocimientos sobre las políticas públicas y las relaciones sociales, además del incentivo al interés por la investigación.

Palabras-clave: extensión; población sin-techo; trabajo social; pasantías.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariele Luciano Peres, Centro Universitário Internacional Uninter

Estudante do curso de Serviço Social.

Neiva Silvana Hack, Centro Universitário Internacional Uninter

Orientadora. Assistente Social, Especialista em Gestão Social, Mestre em Tecnologia em Saúde. Professora do Curso de Serviço Social do Centro Universitário Internacional UNINTER

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO E PESQUISA EM SERVIÇO SOCIAL (ABEPSS). Diretrizes Gerais Para o Curso de Serviço Social. Rio de Janeiro: ABEPSS,1996.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2021]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 24 set. 2021.

BRASIL. Decreto n.º 7.053, de 23 de dezembro de 2009. Institui a Política Nacional para a População em Situação de Rua e seu Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento, e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 16, 23 dez. 2009.

BRASIL. Decreto nº 19.851, de 11 de abril de 1931. Dispõe que o ensino superior no Brasil obedecerá, de preferencia, ao systema universitario, podendo ainda ser ministrado em institutos isolados, e que a organização technica e administrativa das universidades é instituida no presente Decreto, regendo-se os institutos isolados pelos respectivos regulamentos, observados os dispositivos do seguinte Estatuto das Universidades Brasileiras. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 5800, 11 abr. 1931.

Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1930-1939/decreto-19851-11-abril-1931-505837-publicacaooriginal-1-pe.html. Acesso em: 24 set. 2021.

BRASIL. Lei n.º 7.395, de 31 de outubro de 1985. Dispõe sobre os órgãos de representação dos estudantes de nível superior e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 16065, 31 out. 1985.

Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1980-1987/lei-7395-31-outubro-1985-367914-norma-pl.html. Acesso em: 24 set. 2021.

BRUN, Adriana Buhrer; SANTOS, Sandra Aparecida Silva dos. Estágio supervisionado na formação do assistente social. Curitiba: InterSaberes, 2019.

CARBONARI, Maria Elisa Ehrhardt; PEREIRA, Adria Camargo. A extensão no Brasil, do assistencialismo à sustentabilidade. Revista de Educação, [s.l.], v. 10 n. 10, 2007. Disponível em: https://seer.pgsskroton.com/educ/issue/view/208. Acesso em: 24 set. 2021.

FORPROEX. Fórum de Pró-Reitores das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileira. Política Nacional de Extensão Universitária. In: XXXI ENCONTRO NACIONAL, 21., Manaus. Anais... Manaus, 2012.

GOHN, Maria da Glória. Educação não-formal e cultura política: impactos sobre o associativo do terceiro setor. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

GUERRA, Y. A Instrumentalidade do Serviço Social. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2014.

IAMAMOTTO, Marilda V. A formação acadêmico-profissional no Serviço Social brasileiro. Serv. Soc. Soc., São Paulo, n. 120, p. 609-639, out./dez. 2014. DOI https://doi.org/10.1590/0101-6628.001

IAMAMOTTO, Marilda V. O Serviço Social na Contemporaneidade: trabalho e formação profissional. São Paulo: Cortez, 2007.

MARTINELLI, Maria Lúcia. O serviço social e a consolidação de direitos: desafios contemporâneos. Revista Serviço Social & Saúde, Campinas, v. 10, n. 12, dez. 2011. DOI https://doi.org/10.20396/sss.v10i2.8634843

MARTINELLI, Maria Lúcia. Serviço Social identidade e alienação. 16. ed. São Paulo: Cortez, 1991.

MARTINS, Carlos Benedito. A reforma universitária de 1968 e a abertura para o ensino superior privado no Brasil. Educ. Soc., Campinas, v. 30, n. 106, jan./abr. 2009. DOI https://doi.org/10.1590/S0101-73302009000100002

MEDEIROS, Jussara Marques de; SVIERCOSKI, Valdeslei. O sabor do saber científico: TCC no serviço social. Curitiba: Intersaberes, 2020.

MIRRA, Evando. A Ciência que sonha e o verso que investiga. São Paulo: Papagaio, 2009.

MONTAÑO, Carlos; DURIGUETTO, Maria Lúcia. Estado, classe e movimento social. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

PAULA, Antônio de. A extensão universitária, conceito e proposta. Interfaces —Revista de Extensão, [s.l.], v. 1, n. 1, p. 05-23, jul./nov. 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistainterfaces/article/view/18930/15904. Acesso em: 24 set. 2021.

RIBEIRO, Raimunda Maria da Cunha. A extensão universitária como indicativo de responsabilidade social. Revista Dialogos: pesquisa em extensão universitária, Brasília, v. 15, n. 1, jul. 2011. Disponível em: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RDL/article/view/3185. Acesso em: 24 set. 2021.

UNINTER. Projeto Pedagógico do Curso. Curitiba: Centro Universitário Internacional, 2019.

Publicado
2021-10-08
Seção
Artigos