Formação organizativa do trabalho e seus novos contornos: economia solidária, uma outra possibilidade

  • Susana Rodrigues Barros
  • Danielly Pinheiro Neves Lucchin
  • Rodolfo dos Santos Silva

Resumo

A partir de um artigo elaborado por quatro componentes do projeto de pesquisa Participação popular na determinação do Orçamento Público e Economia Solidária, criou-se um resumo expandido, a ser apresentado por duas componentes. Com o tema Formação Organizativa do Trabalho e seus Novos Contornos: Economia Solidária, uma outra possibilidade, o objetivo geral do resumo expandido é o de compreender a Economia Solidária e alguns dos principais instrumentos necessários para estabelecê-la como alternativa ao modelo de desenvolvimento econômico, político e social vigente. A justificativa para a realização desta pesquisa se encontra nas diferentes possibilidades que a Economia Solidária apresenta, entre as quais estão as formas de cooperação que proporcionam a busca pela igualdade, pela justiça e pela solidariedade, e a emancipação financeira dos membros da organização envolvidos no processo produtivo. Para isso, buscou-se a compreensão dos conceitos de moeda social e de banco comunitário, bem como a ampliação do conhecimento sobre os novos perfis brasileiros de trabalho, considerados autônomos, os quais abrem maior probabilidade para que a Economia Solidária seja consolidada. A metodologia adotada foi a da pesquisa bibliográfica qualitativa, por meio da consulta em artigos, revistas, livros e sites, remetendo a autores como Gaiger (2003), Schneider (2012) e Singer (2000).

Palavras-chave: Economia Solidária. Banco comunitário. Moeda social. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2021-05-28