Protocolos de classificação de risco utilizados nas unidades de pronto atendimento (UPAS) 24 horas: uma questão de humanização.

  • Gaby Pedrosa Machado Novaes
  • Priscilla Alves do Nascimento
  • Silvia Helena Rocha Amaral

Resumo

RESUMO

 

Este estudo discute a temática da Humanização nos Protocolos de Classificação de Risco. Sabendo que o Humaniza SUS ganhou força instituída pela Politica Nacional de Humanização em 2003, no qual passou a declarar humanização como Politica Pública que transforma as diversas ações e gestões do SUS. Essa proposta de Humanização reforça o Acolhimento como uma maneira de operar os métodos de trabalho, para atender todos os usuários dos serviços de saúde. A PNH propõe que o Acolhimento com Classificação de Risco seja para avaliar o usuário logo na sua chegada ao serviço de atendimento humanizado, diminuir o tempo de espera para o atendimento, descongestionar as Unidades de Pronto-Socorro, determinar o local de atendimento primário, devendo o usuário ser encaminhado às especialidades de acordo com o protocolo. No Brasil são utilizados dois modelos para realização da Triagem com Classificação de Risco, sendo um do Ministério da Saúde do projeto Humaniza SUS (Acolhimento com Avaliação e Classificação de Risco) e o Inglês (Manchester). Trata-se de uma pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa, a partir da analise de conteúdo e revisão da literatura cientifica publicada em língua portuguesa com publicações entre os anos de 2002 a 2016. Serviu para demonstrar a criação dos Protocolos de Classificação de Risco através de uma política já adotada. Teve por objetivo demonstrar a existência de humanização dentro dos Protocolos de Classificação de Risco nas UPAS 24 horas.

 

Palavras-chave: Urgência e Emergência, UPA 24 HORAS, Classificação de Risco, Humanização.

 

ABSTRATS

 

This study discusses the theme of Humanization in the Risk Rating protocols. Knowing that humanizes SUS gained momentum established by the National Humanization Policy in 2003, which went on to declare humanization Public Policy that transforms the various actions and efforts of SUS. This proposal reinforces the Humanization Home as a way to operate the working methods, to suit all users of health services. PNH proposes that the Welcoming with Risk Rating is to evaluate the user immediately upon your arrival to the humane care service, reduce waiting time for care, decongest the emergency room units, determine the location of primary care and should the user is forwarded to the specialties according to the protocol. In Brazil there are two models used to perform the screening with Risk Rating, and a Ministry of Health project Humaniza SUS (Home with Risk Assessment and Classification) and English (Manchester). This is a bibliographic research with a qualitative approach, based on the content analysis and review of the scientific literature published in Portuguese publications between the years 2002 to 2016. It served to demonstrate the creation of Risk Rating protocols through a policy already adopted. We aimed to demonstrate the existence of humanization within the Risk Rating protocols in UPAS 24 hours.

 

Keywords: Emergency Department, UPA 24 hours, Risk Rating. Humanization.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-12-27
Seção
Editorial