Beneficios da atividade fisica para crianças com TEA -Transtorno do Espectro Autista

  • Marina Toscano Aggio
  • Luciano Bussolaro de Jesus

Resumo

O TEA — Transtorno do Aspectro Autista — gera dificuldades no desenvolvimento da criança; pode ser de nivel 1, 2 ou 3, dependendo da gravidade. O objetivo principal deste trabalho é conhecer a origem e os conceitos relacionados ao autismo; como objetivos específicos, compreender como é realizado o diagnóstico da criança com TEA e analisar como a educação física pode auxiliar no seu desenvolvimento. Para isso, utilizou-se revisão bibliográfica, por meio de análise de artigos científicos, teses de mestrado e doutorado. Os resultados apontam que a prática de atividade física e de esportes, desde que acompanhada por um profissional, contribui para o tratamento da criança com autismo. Comprende-se que os ganhos são muito significativos na área emocional, comportamental e atitudinal, de maneira que o sujeito pode incorporar-se à sociedade e lidar com suas emoções e dificuldades.

Palavras-chave: crianças; autismo; atividade física; TEA; comunicação e linguagem.

Abstract

ASD — Autism Spectrum Disorder — generates difficulties in the child's development; it can be level 1, 2, or 3, depending on the severity. The main objective of this study is to know the origin and concepts related to autism; as specific objectives, to understand how the diagnosis of children with ASD is made and to analyze how physical education can assist in their development. For this purpose, a literature review was used, through the analysis of scientific articles, master’s, and doctoral theses. The results indicate that the practice of physical activity and sports, if accompanied by a professional, contributes to the treatment of children with autism. It is understood that the gains are very significant in the emotional, behavioral, and attitudinal areas, so that the subjects can incorporate themselves into society and deal with their emotions and difficulties.

Keywords: children; autism; physical activity; ASD; communication and language.

Resumen

El TEA — Trastorno del Espectro Autista — genera dificultades en el desarrollo del niño; puede ser de nivel 1, 2 o 3, de acuerdo con su gravedad. El objetivo principal de este trabajo es conocer el origen y conceptos relacionados con el autismo; como objetivos específicos, comprender cómo se realiza el diagnóstico del niño con TEA y analizar cómo la educación física puede ayudar en su desarrollo. Para ello, se realizó revisión bibliográfica, con análisis de artículos científicos, tesis de maestría y doctorado. Los resultados apuntan que la práctica de actividad física y deportes, desde que acompañada por un profesional, contribuye para el tratamiento del niño autista. Se comprende que los beneficios son muy significativos en el área emocional, comportamental y actitudinal, de manera que el sujeto se puede incorporar a la sociedad y trabajar sus emociones y dificultades.

Palabras-clave: niños; autismo; actividad física; TEA; comunicación y lenguaje.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Toscano Aggio

Mestra em Educaçâo: Processos de Ensino, Gestão e Inovação. Professor em Centro Universitário Internacal Uninter.

Luciano Bussolaro de Jesus

Acadêmico do curso de Educação Física do Centro Universitário Internacional UNINTER.

Referências

ARAÚJO, Cássio M et al. O papel do enfermeiro na assistência à criança autista. ReBIS, Brasília, v. 1, n. 3, 2019.

BARBOSA, Célia RR. Atuação do enfermeiro frente aos modelos substitutivos no tratamento aos portadores de transtornos mentais. Littera Docente & Discente em Revista, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, 2012.

CARDOSO, Maiara L. Práticas de cuidado do enfermeiro às crianças com autismo e suas famílias: uma visão integrativa. TCC (Graduação em Enfermagem) – UFRGS, Porto Alegre, 2018.

CONSTANTINIDIS, Teresinha Cid; SILVA, Laila Cristina da; RIBEIRO, Teresa Cristina Cardoso. “Todo Mundo Quer Ter um Filho Perfeito”: Vivências de Mães de Crianças com Autismo. Psico-USF, Bragança Paulista, v. 23, n. 1, p. 47-58, jan./mar. 2018.

CUNHA, Eugênio. Autismo e inclusão: psicopedagogia e práticas educativas na escola e na família. Rio de Janeiro: Wak, 2012.

FEZER, G. F. Características perinatais de crianças com transtorno do espectro autista. Rev. paul. pediatr., São Paulo, v. 35, n. 2, abr./jun. 2017.

JUNIOR, F. P. O que é autismo? Saiba a definição do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Revista Autismo, São Paulo, ano V, n. 8, 2020.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo; SILVA, Thais de Souza; OLIVEIRA,Vanessa Braga. A importância da assistência do enfermeiro frente ao autismo. In: SANTOS, Carla Chiste Tomazoli; GONÇALVES, Jonas Rodrigo; BUBADUÉ, Renata de Moura (coord.). Olhar interdisciplinar multiprofissional sobre o atendimento a pessoas com espectro de autismo. 1. ed. Valparaíso de Goiás: Editora Sena Aires, 2020.

LIMA, Marcos Antonio et al. A valorização do enfermeiro diante do diagnóstico precoce da criança autista. MOSTRA DE PESQUISA EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DEVRY BRASIL, 7., 2016, Fortaleza. Anais [...]. Fortaleza: DeVry/Unifavip, 2016.

LOPES-HERRERA, S. A. O uso da linguagem no autismo de alto funcionamento e na síndrome de Asperger -- Uma perspectiva pragmática na intervenção fonoaudiológica. Cadernos de Comunicação e Linguagem, [s. l.], v. 1, n. 2, p. 87–106, 2009. Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/handle/10284/2872. Acesso em: 20 jan. 2020.

MASSION, J. Sport et autism. Science & Sports, [s. l.], v. 21, p. 243-248, 2006.

PROENÇA, Maria Fernanda Rocha; ANDRADE, Carla Alves de; RODRIGUES, Mylena Costa. Atuação multiprofissional de enfermagem e fisioterapia para a criança portadora do transtorno do espectro autista. In: SANTOS, Carla Chiste Tomazoli; GONÇALVES, Jonas Rodrigo; BUBADUÉ, Renata de Moura (coord.). Olhar interdisciplinar multiprofissional sobre o atendimento a pessoas com espectro de autismo. 1. ed. Valparaíso de Goiás: Editora Sena Aires, 2020.

RODRIGUES, Janine Marta C.; SPENCER, Eric. A criança autista: um estudo psicopedagógico. Rio de Janeiro: Wak, 2010.

SANTOS, Amanda Cabral; SANTOS. Débora de Sousa; VELOSO, Victória Luana Braga. A importância do exercício físico para pessoas autistas. In: SANTOS, Carla Chiste Tomazoli; GONÇALVES, Jonas Rodrigo; BUBADUÉ, Renata de Moura (coord.). Olhar interdisciplinar multiprofissional sobre o atendimento a pessoas com espectro de autismo. 1. ed. Valparaíso de Goiás: Editora Sena Aires, 2020.

SANTOS, Amanda Cabral; SILVA, Rebeca Marques Pinho; ALMEIDA, Ronaldo Alex Soares de. A influência da atividade física no desenvolvimento de crianças com TEA. In: SANTOS, Carla Chiste Tomazoli; GONÇALVES, Jonas Rodrigo; BUBADUÉ, Renata de Moura (coord.). Olhar interdisciplinar multiprofissional sobre o atendimento a pessoas com espectro de autismo. 1. ed. Valparaíso de Goiás: Editora Sena Aires, 2020.

SANTOS, Amanda Cabral dos; SILVA FILHO, Francisco Pereira da; BORGES, Francisco Rodrigues dos Reis. A inclusão do estudante com autismo: contribuições da fisioterapia. In: SANTOS, Carla Chiste Tomazoli; GONÇALVES, Jonas Rodrigo; BUBADUÉ, Renata de Moura (coord.). Olhar interdisciplinar multiprofissional sobre o atendimento a pessoas com espectro de autismo. 1. ed. Valparaíso de Goiás: Editora Sena Aires, 2020.

SCHMIDT, Carlos. (org). Autismo, educação e transdisciplinaridade. Campinas: Papirus, 2013.

SILVA, Simone Gama da et al. Os benefícios da atividade física para pessoas com autismo. Revista Diálogos em Saúde, Cabedelo – PB, v. 1, n. 1, jan./jun. 2018.

VILA, Carlos; DIOGO, Sandra; SEQUEIRA, Sara. Autismo e síndrome de Asperger. In: Psicologia.com.pt, 21 ago. 2009. Disponível em: https://www.psicologia.pt/artigos/textos/TL0140.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

Publicado
2022-03-10