Categorias analíticas de metodologia científica em Engenharia

  • Ricardo Júnior de Oliveira Silva UNINTER
  • Dayse Mendes UNINTER
  • Jéssika Alvares Coppi Arruda Gayer UNINTER
  • Ana Carolina Teixeira UNINTER
  • Ashley de Souza Martins UNINTER
  • Carleane Gomes de Araujo UNINTER
Palavras-chave: Método de pesquisa, Pesquisa científica, Métodos científicos, Metodologia de pesquisa

Resumo

Resumo

O presente estudo apresenta uma categorização das metodologias de pesquisa mais recorrentes nos estudos publicados em engenharia. Tendo em vista que não há métodos de pesquisa científica específicos que se apliquem à área, o pesquisador engenheiro encontra dificuldades em estruturar suas pesquisas e em entender o que é essa metodologia. Assim, como objetivo geral deste trabalho, buscou-se documentar as categorias analíticas de metodologia científica na engenharia. Para tal, realizou-se um levantamento bibliográfico, através de periódicos relacionados à Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção e Engenharia da Computação — por serem os cursos considerados no escopo do projeto de pesquisa. Como metodologia de pesquisa, utilizou-se do caráter descritivo, para criar certa familiaridade com um assunto ainda não muito explorado. A coleta de periódicos foi feita pela base de dados Scimago. Essa base avalia os periódicos de acordo com sua relevância calculada, por meio da quantidade de citações. Com essa coleta inicial, obteve-se um total de 273 artigos; logo após, esses artigos passaram por uma seleção, o que resultou em 173 trabalhos. O tratamento e análise dos dados obtidos foram feitos por intermédio de uma abordagem quantitativa-descritiva, pois objetivou-se o delineamento dos fatos estudados. Com isso, observou-se que as pesquisas em engenharia enfrentam algumas dificuldades relacionadas à metodologia. Ao analisar e categorizar os artigos selecionados, as categorias que obtiveram maior e menor recorrência, respectivamente, foram métodos e delineamento. Os resultados indicaram que somente 22% dos 173 artigos analisados possuem todas as categorias metodológicas descritas corretamente.

Palavras-chave: Categorias analíticas. Metodologia científica. Engenharia. 

Abstract

The present study presents a categorization of the most recurrent research methodologies in studies published in engineering. Given that there are no specific scientific research methods that apply to the area, the engineer researchers end up finding some difficulty in structuring their research, in addition to finding difficulty in understanding what this methodology is. Thus, as a general objective of this work, we sought to document the analytical categories of scientific methodology in engineering. To this end, a bibliographic survey was carried out, through journals related to the areas of Electrical Engineering, Production Engineering and Computer Engineering — as the courses are considered within the scope of the research project. As a research methodology, the descriptive character was used, as it aimed to create a certain familiarity with a subject that has not yet been explored. The collection of journals was performed using the Scimago database, which evaluates the journals according to their calculated relevance, through the number of citations. With this initial collection, a total of 273 articles were obtained; soon after, these articles went through a selection, which resulted in 173 articles. The treatment and analysis of the data obtained were made using a quantitative-descriptive approach, as an attempt was made to outline the facts studied. It can be seen that engineering research faces some difficulties related to the methodology. When analyzing and categorizing the selected articles, the categories that had the highest and lowest recurrence, respectively, were methods and design. The results indicate that only 22% of all 173 articles analyzed have all the methodological categories correctly described.

Keywords: Analytical categories. Scientific Methodology. Engineering.

Resumen

El presente estudio presenta una categorización de las metodologías de investigación más frecuentes en los estudios publicados en ingeniería. Considerándose que no hay métodos de investigación científica que se apliquen al área, el investigador ingeniero encuentra dificultades en estructurar sus estudios y en entender lo que es la metodología. De esa manera, como objetivo general de este trabajo, se trató de documentar las categorías analíticas de la metodología científica en ingeniería. Para ello, se realizó una revisión bibliográfica, en revistas relacionadas con la Ingeniería Eléctrica, Ingeniería de Producción e Ingeniería de Computación — por ser los cursos incorporados al propósito de este proyecto de investigación. Como metodología de investigación, se usó el método descriptivo, para crear familiaridad con un tema todavía no muy explorado. La recolección de revistas se hizo en la base de datos Scimago. Esa base evalúa las revistas de acuerdo con su relevancia, calculada por la cantidad de citaciones. Con esa recolección inicial, se obtuvo un total de 273 artículos; luego, esos artículos pasaron por una selección, que resultó en 173 trabajos. El tratamiento y análisis de los datos obtenidos se hicieron por medio de un acercamiento cualitativo-descriptivo, con el propósito de delinear los hechos estudiados. Con ello, se pudo observar que las investigaciones en ingeniería enfrentan algunas dificultades en lo que concierne a la metodología. Al analizar y categorizar los artículos seleccionados, las categorías más y menos frecuentes fueron, respectivamente, métodos y diseño. Los resultados indicaron que solamente 22% de los 173 artículos analizados tienen todas las categorías metodológicas descritas correctamente.

Palabras-clave: Categorías analíticas. Metodología científica. Ingeniería.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALEXANDRE, M. J. O. A Construção do Trabalho Científico. São Paulo: Forense, 2003.

ARAÚJO, Elenise Maria de; SANTOS, Fernando César Almada. Proposta de inclusão da disciplina “metodologia da pesquisa em engenharia de produção” na graduação da EESC – USP. In: COBENGE, 29., Anais 2001. [...]. Porto Alegre: PUC-RS, 2001. p. 181-188.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1979.

BERTO, Rosa Maria Villares S.; NAKANO, Davi Noboru. A produção científica nos anais do encontro nacional de engenharia de produção: um levantamento de métodos e tipos de pesquisa. Prod., São Paulo, v. 9, n. 2, p. 65-75, 1999.

BOA, Ana Carolina; FRANÇA, Frederico José Nistal; AMORIM, Tâmara Suely Filgueira. Descrição e Importância do “Delineamento da Pesquisa” em Dissertações e Teses. Jerônimo Monteiro: Universidade Federal do Espírito Santo, 2012.

CIRIBELLI, Marilda Corrêa. Como elaborar uma dissertação de Mestrado através da pesquisa científica. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2003.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LEITE, F. H. C. Metodologia Científica. In: LEITE, F. H. C.; SAKAGUTI, S. T. Metodologia Científica/ Estatística II. Dourados: UNIGRAN, 2009.

MARTINS, Fabiano Battemarco da Silva; PIMENTEL, Patricia Guedes; DA NOBREGA, Marcelo de Jesus Rodrigues. A relevância da pesquisa científica e produção acadêmica no ensino superior dos cursos de engenharia/The relevance of scientific research and academic production in higher education engineering courses. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 10, p. 21180-21192, 2019.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 21. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

TAUIL, Carlos Eduardo. O princípio do estudo científico: metodologia para trabalhos em graduação. In: MAZUCATO, Thiago (org.). Metodologia da pesquisa e do trabalho científico. 1. ed. Penápolis: UNEPE, 2018.

Publicado
2021-02-04
Seção
Artigos