Teologia negra: hermenêutica da resistência

Resumo

O presente artigo visa apresentar a teologia como uma ferramenta de combate ao racismo, para uma sociedade mais justa e igualitária. Como este problema está enraizado em nossa sociedade, é importante combatê-lo, não apenas através do discurso, mas com ações concretas; para tal, é necessário investigar sua origem e deslegitimá-lo e, assim, propor soluções através da prática religiosa e teológica. O objetivo deste estudo é propor uma teologia a partir de novos locais de fala, o que possibilita o reconhecimento dos desafios sofridos por grupos cristãos de diferentes culturas. Por intermédio de uma revisão bibliográfica, conceituamos:  o racismo estrutural, de herança colonial; o culturalismo, que substituiu o racismo científico; e o pluralismo religioso. Conclui-se que a teologia negra é um elemento de resistência e denúncia da realidade vivida pelas comunidades negras.

Palavras-chave: racismo estrutural; teologia negra; teologia antirracista.

Abstract

This article aims to present theology as a tool to combat racism for a more just and egalitarian society. As this problem is rooted in our society, it is important to fight it not only through speech, but with concrete actions; for that, it is necessary to discover its origin and delegitimize it and, thus, propose solutions through religious and theological practice. This study proposes a theology from new places of speech, which enables the recognition of the challenges faced by Christian groups from different cultures. Through a bibliographical review, the following concepts were defined: structural racism, of colonial heritage; culturalism as a substitute for scientific racism; and religious pluralism. It is concluded that black theology is an element of resistance and denunciation of the reality experienced by black communities.

Keywords: structural racism; black theology; anti-racist theology. 

Resumen

El presente artículo presenta la teología como herramienta de combate al racismo, en busca de una sociedad más justa e igualitaria. Como ese problema está enraizado en nuestra sociedad, es importante combatirlo, no solo a través del discurso, sino con acciones concretas; para ello, es necesario investigar su origen y deslegitimarlo, para sugerir soluciones a través de la práctica religiosa y teológica. El objetivo de este estudio es proponer una teología a partir de nuevos lugares de habla, lo que permite el reconocimiento de los retos enfrentados por grupos de cristianos de diferentes culturas. Por medio de revisión bibliográfica, definimos: el racismo estructural, de herencia colonial; el culturalismo, que sustituye el racismo científico; y el pluralismo religioso. Se concluye que la teología negra es un elemento de resistencia y denuncia de la realidad vivida por las comunidades negras.

Palabras-clave: racismo estructural; teología negra; teología antirracista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Rohregger, UNINTER- Centro Universit

Professor da área de humanidades do Centro Universitário Internacional - UNINTER. MESTRE em Bioética pela PUCPR, ESPECIALIZAÇÃO em Psicoteologia e Bioética pela Faculdade Evangélica do Paraná - FEPAR e Teologia do Novo Testamento Aplicada pela Faculdade Teológica Batista do Paraná - FTBP e em Formação de Docentes para EAD pelo Centro Universitário UNINTER. GRADUAÇÃO em Bacharel em Filosofia pelo Centro Universitário Internacional UNINTER, Bacharel em Teologia pela Faculdade Evangélica do Paraná (2008), formação Pedagógica em História pelo Centro Universitário Internacional UNINTER.

Fábio Teodoro Raymundo

Acadêmico do curso de Teologia do Centro Universitário Internacional UNINTER, Graduado em História UBM (2008), Especialista em História do Brasil pela Faculdades Integradas Jacarepaguá (2013), Especialista em Cultura afro-brasileira FISG (2016).

Referências

BÍBLIA. Português. Almeida Revista e Atualizada. Barueri: Sociedade Bíblica Brasileira, 2010. Disponível em: https://www.bibliaonline.com.br/acf/jo/4. Acesso em: 12 jun. 2021.

BÍBLIA. King James Atualizada. Disponível em: https://bibliaportugues.com/kja/matthew/22.htm. Acesso em: 12 maio 2021.

ALMEIDA, Silvio. O que é racismo estrutural? Belo Horizonte: Letramento, 2018.

CONE, James H. O Deus dos oprimidos. Tradução: Josué Xavier. São Paulo: Paulinas, 1985.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Tradução Renato Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

GIBELLINI, R. A teologia do século XX. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2002.

RIBEIRO, Cláudio de Oliveira. Religiões e direitos humanos (org.). Campinas: Saber Criativo, 2021.

SOUZA, Jessé. A elite do atraso. Rio de Janeiro: Estação Brasil, 2019.

Publicado
2021-11-05