A boniteza das metodologias ativas para Educação de Jovens e Adultos: uma visão freireana

Autores

  • Thiana Becker Uninter
  • Jucimara Bandeira Uninter

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo identificar metodologias ativas passíveis de contribuir para a educação de jovens e adultos; para isso, analisa as características dessa modalidade de educação sob a ótica dos escritos de Paulo Freire e propõe metodologias adequadas para ela, delineando um panorama sobre as inovações educacionais produzidas pelas metodologias ativas. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, exploratória, realizada a partir de estudo bibliográfico. Entende-se que, para o público da EJA, as metodologias de ensino devem ser contextualizadas, inovadoras e reter a atenção dos alunos para que o aprendizado se torne significativo. As metodologias ativas permitem ao estudante da EJA construir seu conhecimento como protagonista no processo do saber e sua utilização pode estimular a participação e otimização dos estudos.

Palavras-chave: Educação de Jovens e Adultos; metodologias ativas; Paulo Freire.

Abstract

This study aims to identify active methodologies that can contribute to youth and adult education; hence, it analyzes the characteristics of this type of education from the perspective of Paulo Freire's writings and proposes appropriate methodologies for it, outlining an overview of the educational innovations produced by active methodologies. This is qualitative, exploratory research, carried out from a bibliographic study. It is understood that, for the youth and adult education public, teaching methodologies must be contextualized, innovative, and retain students' attention so that learning becomes meaningful. Active methodologies allow youth and adult education students to build their knowledge as protagonists in the knowledge process and their use can stimulate the participation and optimization of studies.

Keywords: Youth and Adult Education; active methodologies; Paulo Freire.

Resumen

El presente trabajo tiene como objetivo identificar metodologías activas con capacidad para contribuir con la educación de jóvenes y adultos; para ello, analiza las características de esa modalidad de educación desde la perspectiva de los escritos de Paulo Freire y propone metodologías adecuadas para ella, diseñando un panorama de las innovaciones educativas promovidas por las metodologías activas. Se trata de una investigación de naturaleza cualitativa, exploratoria, realizada por medio de estudio bibliográfico. Se entiende que, para el púbico de la EJA, las metodologías de enseñanza deben ser contextualizadas, innovadoras y retener la atención de los alumnos para que el aprendizaje se vuelva significativo. Las metodologías activas permiten al estudiante de la EJA construir su conocimiento como protagonista en el proceso del saber y su utilización puede estimular la participación y optimización de los estudios.

Palabras-clave: Educación de Jóvenes y Adultos; metodologías activas; Paulo Freire.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiana Becker, Uninter

Docente no Centro Universitário Internacional Uninter.

Jucimara Bandeira, Uninter

Docente no Centro Universitário Internacional Uninter.

Referências

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan./jun. 2011.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei n. 9.424, de 24 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB. Dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério, na forma prevista no art. 60, § 7º, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, e dá outras providências. Brasília: Presidência da República, 1996.

BRASIL. PARECER CNE/CEB 11/2000 – Homologado. Diário Oficial da União: seção 1e, Brasília, DF, p. 15, 9 jun. 2000. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/pceb011_00.pdf. Acesso em: 16 set. 2022.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade. 5. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados, Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

JUNGES, S. S.; JUNGES, K. S. Aprendizagem baseada em problemas: uma metodologia nova ou uma metodologia inovadora? Revista InterSaberes, Curitiba, v. 12, n. 26, p. 287-304, 2017. Disponível em: https://www.uninter.com/intersaberes/ index.php/revista/article/view/1302. Acesso em: 16 set. 2022.

MARTINS, R. M. K. Pedagogia e andragogia na construção da educação de jovens e adultos. Rev. Ed. Popular, Uberlândia, v. 12, n. 1, p. 143-153, jan./jun. 2013.

MATTAR, J.; AGUIAR, A. P. S. Metodologias ativas: aprendizagem baseada em problemas, problematização e método do caso. Cadernos de Educação, Tecnologia e Sociedade, [s. l.], v. 11, n. 3, p. 404-415, 2018. DOI: 10.14571/brajets. v11.n3.404-415.

PEREIRA, E. A; MARTINS, J. R.; ALVES, V. S.; DELGADO, E. I. A contribuição de John Dewey para a Educação. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos - SP, v. 3, n. 1, p. 154-161, maio 2009. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/38/37.

PINTO, A. V. Sete lições sobre educação de adultos. 16. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SILVA, J. S. da; SILVA, V. de O.; SILVA, F. M. da. Metodologias ativas na educação de jovens e adultos: um estudo bibliográfico. RevistaVox Metropolitana, Jaboatão dos Guararapes – PE, n. 5, ago. 2021. Disponível em: https://revistavox.metropolitana.edu.br/wp-content/uploads/2021/07/15.pdf. Acesso em: 16 set. 2022.

Downloads

Publicado

2022-12-13